sábado, 4 de dezembro de 2010

WikiLeaks agora promete expor mundo corporativo

 

Fundador do site "dedo-duro" disse que divulgará no começo de 2011 dezenas de milhares de documentos internos de um grande banco dos EUA.
Fonte: Reuters. Por Tim Castle
O site WikiLeaks, que está causando polêmica por ter divulgado centenas de milhares de documentos sigilosos do governo dos EUA, confirmou na quarta-feira (1) à noite que pretende publicar também revelações sobre o mundo empresarial. "Acredito que no futuro vamos ter mais material pertencente à comunidade corporativa", disse o porta-voz do site "dedo-duro",  Kristinn Hrafnsson.
Em entrevista publicada na segunda-feira pela revista Forbes, Julian Assange, fundador do WikiLeaks, disse que o site divulgará no começo do ano que vem dezenas de milhares de documentos internos de um grande banco dos EUA.
As ações do Bank of America caíram 3% na terça-feira devido a temores dos investidores de que o maior banco norte-americano possa estar envolvido no próximo lote de documentos do site. Falando num evento em Londres, Hrafnsson confirmou que o WikiLeaks possui material a respeito de um grande banco dos EUA, mas não o identificou.
"Normalmente não comentamos projetos que estão em andamento. Levamos tempo para avaliar o material antes de divulgá-lo, e isso se aplica a esse material também."

Nenhum comentário:

Postar um comentário