Pular para o conteúdo principal

Edição sobre estelionato agora na Web

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

ESTÚDIO - Avanço do estelionato no meio eletrônico é comentado pelo Desembargador Fernando Botelho Neto.
ESTÚDIO - Avanço do estelionato no meio eletrônico é comentado pelo Desembargador Fernando Botelho Neto.











Já estão disponíveis na internet as reportagens sobre estelionato e que fizeram parte da edição especial do programa Justiça em Questão dedicada ao assunto. O material pode ser acessado no canal do JQ no Youtube. Na televisão, o programa vai ao ar, em rede nacional, pela TV Justiça, e pelas emissoras parceiras TV Horizonte e TV Comunitária, que o exibem na região metropolitana de Belo Horizonte.

No especial sobre o crime que também é conhecido pelo seu respectivo artigo no Código Penal do Brasil, o 171, o Justiça em Questão abordou algumas das diferentes formas de atuação de estelionatários. Além das reportagens, o programa contou com a participação do desembargador Fernando Botelho Neto, entrevistado pelo apresentador Marcelo Almeida no estúdio.

Já pelas ruas, os repórteres do programa foram conhecer de perto como as autoridades combatem este tipo de crime e as histórias de pessoas que se tornaram alvos de golpistas. A jornalista Fernanda Miguez explora como a Internet abriu espaço para o golpe eletrônico, mostrando como alguns criminosos conseguem obter dinheiro ilegalmente e de diferentes maneiras. Ela também explica como um Projeto de Lei promete apertar o cerco contra os cybercrimes.

Nem mesmo o mercado financeiro ficou a salvo da ação de estelionatários. É o que mostra a repórter Lígia Ribeiro, que revela como falsos investidores conquistam clientes oferecendo lucros e rendas fixas, acima do que é praticado pelo mercado. O esquema, que pode ruir da noite para o dia, levando clientes do lucro ao prejuízo, é o assunto desta matéria, a qual acompanhou a investigação de um caso semelhante em Minas Gerais.

Produzido pelo TJMG, o Justiça em Questão é exibido aos sábados, em três emissoras. Pela TV Justiça, nos canais 6 da Oi TV, 7 da NET, ou 117 da SKY, o JQ vai ao ar às 16h30. Outra opção é a TV Comunitária, canais 6 da NET ou 13 da Oi TV, onde o programa começa a partir das 13h. Já pela TV Horizonte, o JQ é transmitido a partir das 18h30 no canal 19 UHF em sinal aberto de TV.

Na internet, além do último programa, o telespectador pode conferir as edições anteriores no site


Críticas e sugestões podem ser feitas por meio do contato: justicaemquestao@tjmg.jus.br.
Extraído do site: http://lawyerbhz.blogspot.com/2011/02/edicao-sobre-estelionato-agora-na-web.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Top 10 ameaças de segurança para 2011

Top 10 ameaças de segurança para 2011  Dos dez principais ameaças de segurança para 2011, alguns deles até mesmo fazer o bem informado e técnicos mentes fracas nos joelhos. Já este ano, a ameaça número um foi identificado. Pela primeira vez na história da internet, os hackers podem comprar uma cópia registrada de um kit de Malware sofisticados para 99,00 dólares, mas mais sobre essa ameaça abaixo. Em nenhuma ordem particular, estes são os outros nove principais ameaças à segurança para 2011: O Malware Toolkit: Este Kit Malware inclui todas as ferramentas necessárias para criar e atualizar o malware, bem como assumir o controle de um computador host, além de atualizações e-mail e suporte do produto. Por que isso é como a ameaça? Porque não são necessárias habilidades de codificação, os usuários simplesmente precisam dominar as opções do programa clicáveis e são apresentadas com uma web baseada em Linux exploit usando a mais recente tecnologia de botnets, pronto para implantar. hacke

O perigo do ‘leilão de centavos’

Advogado especialista em segurança da informação denuncia as fraudes que levam internautas a perder dinheiro em sites Cristina Camargo Agência BOM DIA Atenção: ao não resistir à tentação e entrar em sites que promovem os “leilões de centavos”, você pode ser enganado e perder dinheiro . É o alerta do advogado José  Milagre, de Bauru, especializado em segurança da informação. “Em análise acerca da autenticidade de alguns sites, identificamos que, descaradamente e incrivelmente, os vencedores são sempre os mesmos – e estes usuários, na verdade, não existem”, escreveu no site Olhar Digital, em artigo que ganhou repercussão entre os internautas . Quem participa desses leilões compra créditos pré-pagos  para lançar à vontade nos produtos. Mas, segundo Milagre, grande parte desses endereços eletrônicos divulga informações falsas aos usuários. “Na verdade, [os sites] não estornam os créditos e alguns sequer permitem que os créditos sejam utilizados para a compra de outras mercadorias,

Polícia Federal cria ferramentas para combater a pornografia infantil

A Polícia Federal (PF) investe em tecnologias inovadoras no combate a pornografia infantil na Internet. Operações como Tapete Persa, Laio, Turko, e Carrossel I e II resultaram na prisão de diversos pedófilos nos últimos três anos. Uma das armas mais recentes nessa luta, o software NuDetective, desenvolvida por dois peritos do Mato Grosso do Sul, consegue identificar a presença de material com pornografia infantil em computador suspeito. A ferramenta foi apresentada na VII Conferência Internacional de Perícias em Crimes Cibernéticos (ICCyber 2010). O perito criminal federal e chefe do Serviço de Perícias em Informática da PF, Marcos Vinicius Lima, explica que o combate a pedofilia tem se intensificado com o aumento no número de prisões a cada ano: “somente na ultima ação prendemos mais de 20 suspeitos. Essas ferramentas deram efetividade ao trabalho da polícia”, afirmou. O NuDetective funciona por meio do reconhecimento automatizado de assinaturas de arquivos