Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Lei é um avanço para a segurança cibernética do país, diz Delegado

Na última quarta-feira foram aprovadas na Câmara Federal os projetos de lei 84/99 e 2.793/11 que inserem no Código Penal determinados crimes cometidos por intermédio de computadores e outros dispositivos informáticos. As propostas foram encaminhadas para a presidente Dilma Rousseff, que poderá vetar ou aprovar as propostas. Para falar sobre a importância destes projetos de lei, a reportagem conversou com o delegado de polícia Higor Vinicius Nogueira Jorge que é especialista na investigação de crimes cibernéticos e autor do livro “Crimes Cibernéticos – Ameaças e Procedimentos de Investigação” em parceria com o delegado Emerson Wendt. Segundo o delegado Higor Jorge a aprovação destas leis prevendo especificamente crimes cibernéticos é um avanço para a segurança cibernética do país, pois tipifica condutas indevidas que há muito tempo já deviam ser consideradas criminosas, como por exemplo, a invasão de computadores, sendo ou não conectados à internet, com o objetivo de adulterar, destru…

Crimes Eletrônicos podem ser punidos com reclusão - Gazeta de Limeira

Crimes cibernéticos são preocupação da Defesa com proximidade de grandes eventos

Ministro disse que é preciso investir em tecnologia e desenvolver estratégias modernas para possíveis ataques

Uma única pessoa é capaz de causar apagões, falta de água e rombos financeiros utilizando apenas um computador. Os chamados crimes cibernéticos são uma preocupação do Ministério da Defesa, principalmente com a proximidade de grandes eventos no país. No Seminário de Defesa Cibernética, o ministro da Defesa, Celso Amorim destacou o investimento em tecnologia, pesquisa e inovação e a capacitação de profissionais para atuação na área como prioridades para a segurança do país.

“O Brasil é a sexta economia do mundo, não pode se privar de meios de defesa modernos, inclusive com relação a possíveis ataques também modernos”, disse o ministro. “Temos que desenvolver essa estratégia de defesa. Já fizemos, na prática, na Rio + 20 e faremos em outros eventos. Vamos evoluir.”

Em setembro deste ano foi inaugurado, oficialmente, o Centro de Defesa Cibernética (CDC) sob comando do Exército, c…

Crimes cibernéticos somaram R$ 15,9 bilhões no Brasil no último ano

Criminosos brasileiros são de classe média alta e têm entre 25 e 35 anos
Agência Brasil
Brasília  - De 1995 até hoje, quando o acesso à internet passou a comercializado no país, os crimes via rede mudaram de escala e de volume, porém, o dinheiro ainda é o principal atrativo para os criminosos. Um estudo divulgado, no mês passado, pela Norton da Symantec, aponta que os prejuízos com crimes cibernéticos somaram R$ 15,9 bilhões no Brasil no último ano. Especializada em segurança de computadores e proteção de dados e software, a empresa ouviu 13 mil adultos, com idade entre 18 e 64 anos, em 24 países, sendo 546 brasileiros entrevistados. De acordo com o estudo, calcula-se que 28,3 milhões de pessoas no Brasil foram vítimas de algum tipo de crime cibernético. Cada uma teve prejuízo médio de R$ 562. O montante aferido pela empresa é mais de dez vezes superior ao prejuízo de R$ 1,5 bilhão registrado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em 2011 com esses crimes, com crescimento de …

Nana Gouvêa tem Facebook bloqueado

Depois de ser reconhecida mundialmente com as fotos que fez posando nos destroços do furacão Sandy em Nova York, a modelo teve seu perfil no Facebook bloqueado.
A modelo estava com o marido, o produtor musical americano Carlos Keyes, indo para Miami, quando, ao tentar acessar seu perfil na rede social, descobriu que não tinha mais acesso a sua página. "Eles bloquearam meu perfil por uma semana. Alguém mandou uma foto do meu rosto ao Facebook dizendo que era de conteúdo pornográfio. Estou muito triste com tudo isso", disse Nana dos EUA.
Abalada emocionalmente com a repercussão negativa que seu ensaio nos destroços estão tendo, Nana chorou ao contar como foi a entrevista que deu nesta sexta-feira, 2, ao programa "Inside Edition", da CBS, a Paul Body.
Depois de conversar durante uma hora com o apresentador, Nana disse que colocaram no ar apenas três frases ditas por ela e a "trucidaram". "Disseram que eu tripudiei em cima da desgraça alheia, coisa que …

Hotelaria é um dos setores com maior índice de roubo de dados

Por Juliana Bellegard · Segunda-feira, 5 de novembro de 2012
A mais recente edição do Relatório de Investigação de Violação de Dados, desenvolvido pela Verizon, aponta os setores de Acomodação e Alimentação como os mais suscetíveis à ação de hackers e roubo de informações. Os dados apontam que 54% de todos os ataques feitos são a empresas destas duas áreas.
A principal explicação para isso, segundo o estudo, é a chamada “industrialização” dos crimes cibernéticos, combinados com a facilidade de acesso aos sistemas destes estabelecimentos. E-mails no estilo spam com malwares (programas que são instalados no computador atacado para causar algum dano ou roubar informações) são o golpe mais comum, junto com roubo de senhas.
A pesquisa mostra que dentre os ataques registrados, 90% foram feitos por meio de credenciais e senhas de acesso excessivamente simples e que podem ser adivinhadas; ou então por meio dos malwares enviados por e-mails ou sites.
O interesse nos dados financeiros de clien…