domingo, 17 de fevereiro de 2013

Senhas fracas permitiram falso anúncio de apocalipse zumbi em redes de TV dos EUA

Do UOL, em São Paulo

Um falso alerta de ataque zumbi, divulgado nesta semana após a invasão do sistema de redes de TV norte-americanas, foi causado pela fragilidade de senhas usadas por essas companhias. A informação foi divulgada pela agência de notícias Reuters.

A invasão foi possível porque essas redes não mudaram as senhas de fábrica de equipamentos associados a um sistema de alerta de emergências (EAS, na sigla em inglês). A ferramenta permite divulgar à população dos EUA comunicados emergenciais via rádio e TV.

O anúncio sobre o falso apocalipse foi transmitido em pelo menos quatro Estados norte-americanos, afirmou Karole White, presidente da Associação de Emissoras de Michigan. Duas emissoras foram atacadas em Michigan, além de outras empresas na Califórnia, Montana e Novo México.

"Os corpos dos mortos estão saindo dos túmulos e atacando os vivos. Não tente se aproximar ou capturar esses corpos, pois são considerados extremamente perigosos", dizia, em inglês, a séria voz que se sobrepôs às imagens exibidas na tela.

Segundo a publicação local "Great Falls Tribune", a polícia de Great Fall (Montana) recebeu quatro ligações de pessoas que queriam confirmar a informação da TV. Em Montana, a transmissão indevida foi feita pela rede KRTV, afiliada da CBS.

"Não se trata do que eles disseram, mas sim do fato de terem invadido o sistema. Eles poderiam ter causado danos sérios", continuou Karole.

Medidas de segurança
O FCC (órgão regulador do sistema de comunicações dos EUA, responsável pelo sistema de alerta) afirmou em comunicado que "todos os usuários do EAS devem tomar ações imediatas". De acordo com a Reuters, essas empresas terão de trocar as senhas de seus equipamentos e reforçar os sistemas de segurança, para garantir que hackers não tenham mais acesso ao sistema de alertas de emergências.

Mike Davis, especialista em segurança de hardware da empresa IOActive Labs, afirmou à Reuters que conseguiu identificar 30 sistemas de alerta nos Estados Unidos que estariam vulneráveis a ataques parecidos – para isso, ele usou o Google. "Alguém poderia ter espalhado sua mensagem em muitos outros sistemas", afirmou.

Extraído do site: http://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/02/15/senhas-fracas-permitiram-falso-anuncio-de-apocalipse-zumbi-em-redes-de-tv-dos-eua.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário