quarta-feira, 26 de junho de 2013

Delegacias de Crimes Cibernéticos e Intolerância Esportiva sairão do papel

por: Wagner Oliveira

Foi publicada na edição desta sexta-feira no Diário Oficial do estado, a LEI nº 15.026 que altera a estrutura organizacional da Polícia Civil de Pernambuco. Entre as novas medidas estão as criações das Delegacias de Repressão aos Crimes Cibernéticos e Intolerância Esportiva. As unidades atenderão a uma demanda de investigação uniforme e atuação especializada de ocorrências praticadas através da internet ou ligadas a atividades esportivas.

Segundo o Chefe de Polícia Civil, Osvaldo Morais, a implantação das unidades será imediata. A Delegacia de Crimes Cibernéticos cujo titular será o delegado Leonardo Gama vai funcionar na Sede Operacional da Polícia Civil, na Rua da Aurora. O delegado tem especialização na área de crimes cibernéticos.

Já a Delegacia de Intolerância Esportiva terá seus trabalhos executados na sede da Coordenação de Operações e Recursos Especiais (CORE), no bairro de São José. O titular será o delegado Carlos Onofre, que hoje coordena as ações da Polícia Civil dentro dos estádios de futebol.

A lei também cria as três Divisões de Homicídios e as 19 Delegacias de Homicídios, em substituição aos Núcleos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI). As novas delegacias serão redistribuídas na Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão do estado. A norma também altera os níveis de classificação de Delegacias Policiais de dezenas de municípios pernambucanos. A nova reclassificação permite um maior aporte de recursos humanos e materiais nas cidades, além de prever o enquadramento a novo nível de função dos delegados titulares.

http://blogs.diariodepernambuco.com.br/segurancapublica/?p=4271

Nenhum comentário:

Postar um comentário