Pular para o conteúdo principal

Especialistas testam segurança de empresas com impressoras “contaminadas”

Na área de tecnologia, um cavalo-de-tróia é uma das piores pragas que podem infectar um computador. Ele abre as portas da máquina e deixa um hacker controlá-la como quiser. Mas isso é na área de software. Uma empresa de segurança chamada Secure Network Technologies, no entanto, esticou esse conhecido conceito para a área de hardware. Seus pesquisadores embutiram pontos de acesso sem fio dentro de impressoras para ganhar acesso à rede das empresas.

O teste de segurança ocorre de uma maneira que deixaria Ulisses orgulhoso de ver o seu truque sendo usado nos dias atuais. Um dos funcionários da empresa se veste com um uniforme de uma empresa de tecnologia qualquer e deixa um pacote com uma impressora ou outro componente de hardware na empresa alvo. Dentro dessa impressora, há um ponto de acesso sem-fio escondido. Uma vez que ela é ligada na tomada, esse ponto de acesso é ativado e os pesquisadores passam a ter uma porta de entrada escancarada na rede da empresa.
Estranhamente, a ideia original de fazer esse tipo de ataque surgiu de uma mentira. A inspiração foi um artigo mentiroso que foi publicado pelo na revista americana InfoWorld em primeiro de abril de 1991. O texto dizia que o governo dos EUA usaram o método de impressoras contaminadas para infiltrar a rede de comunicações iraquiana e derrubá-la logo depois.
Então se você for o responsável de TI na sua empresa e acha que pode ser alvo desse tipo de golpe, lembre-se de checar dentro de impressoras por cabos soltos ou caixas que não parecem pertencer ao interior delas.
Com informações: Slashdot, InfoWorld.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palavra de Especialista com Delegado Higor Jorge

Hoje, às 19:00, no programa de estreia "Palavra de Especialista", o diretor da ADPESP Rodrigo Lacordia recebe o delegado de Polícia, professor e palestrante Dr. Higor Vinícius Nogueira Jorge para um bate-papo sobre crimes cibernéticos, além de dicas e informações sobre direito e tecnologia. Assistam a entrevista em: https://youtu.be/p9FF98siWvg e também no Spotify.

Obra com comentários sobre mais de 70 leis criminais tem valor promocional para associados ADPESP - Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo

  A editora Juspodivm lançou a obra “Legislação Criminal Especial Comentada” elaborada por 24 delegados de polícia de todo o país, sendo 14 do estado de São Paulo. A coordenação é dos delegados Higor Vinicius Nogueira Jorge, de São Paulo, Joaquim Leitão Júnior, de Mato Grosso e William Garcez, do Rio Grande do Sul. O livro oferece comentários doutrinários e jurisprudenciais de forma objetiva, sobre mais de 70 leis criminais. Associados ADPESP podem comprar o lançamento com valor especial,  direto no site da editora Juspodivm. O cupom é válido até as 23:59 do dia 21 de maio . Para aproveitar o desconto, utilize o cupom ADPESP. A obra tem chamado a atenção do meio jurídico, sendo escrita pelos seguintes delegados e delegadas de polícia: – Antônio Flávio Rocha Freire – Bruno Fontenele Cabral – Everson Aparecido Contelli – Gabriela Madrid Aquino – Higor Vinicius Nogueira Jorge – Jakelline Costa Barros dos Santos – Joaquim Leitão Júnior – João Paulo Firpo Fontes – Joerberth Pinto Nunes – Kl

Lançamento de livros coordenados por Higor Jorge em São Paulo - Matéria do site da ADPESP

O restaurante da sede será palco do lançamento de três obras: “Manual de Educação Digital, cibercidadania e prevenção de crimes cibernéticos”, “Direito Penal sob a perspectiva da investigação criminal tecnológica”, do delegado Higor Jorge, e “Manual de investigação digital”, do delegado Guilherme Caselli. O evento acontece nesta quinta-feira, 12, de 12h às 15h, com a presença dos autores. Os associados ADPESP poderão adquirir as obras lançadas com valor promocional. Outros títulos Além das obras lançadas, também estarão disponíveis aos associados com valor promocional os livros “Manual de Interceptação Telefônica e Telemática”; “Fake News e Eleições – O Guia Definitivo”; “Enfrentamento da Corrupção e Investigação Criminal Tecnológica”; “Tratado de Investigação Criminal Tecnológica” e “Legislação Criminal Especial Comentada” . AUTORES: ANTÔNIO CARLOS CÂNDIDO ARAÚJO BRENO EDUARDO CAMPOS ALVES CAIO NOGUEIRA DOMINGUES DA FONSECA DÁRIO TACIANO DE FREITAS JÚNIOR DENIZE DOS SANTOS