Pular para o conteúdo principal

Você conhece todos os tipos de fraudes eletrônicas?

 O Catálo de Fraudes conhece e é atualizado diariamente.


Alguns especialistas em tecnologia definem a fraude digital como uma “doença social dos novos tempos” mas, os profissionais da Justiça a definem claramente como crime e todos sabemos os volumes de dinheiro ilícito e os prejuízos econômicos gerados pelas fraudes digitais.
Em Outubro passado, uma pesquisa da Dados divulgada pela Kroll, empresa norte-americana de consultoria e gerenciamento de riscos, demonstram que, em 2010, o número de fraudes online ultrapassou o de golpes físicos em 27,3%.
Segundo a Symantec, fabricante de softwares de segurança, o Brasil é o segundo país mais afetado por crimes cibernéticos e cerca de 65% dos usuários que navegam na web já foram prejudicados ou expostos à esses delitos.
Na China, 83% dos internautas já foram expostos ou vítimados por vírus (cavalos de tróia ou phishing), fraudes bancárias e roubo de identidade, o que torna o país o mais visado por golpistas.
Para ajudar a combater esse grande problema, a RNP – Rede Nacional de Ensino e Pesquisa lançou uma ferramenta muito útil e vital para quem se preocupa com a segurança digital, um dos crimes que mais crescem atualmente.
O Catálogo de Fraudes Digitais:
É um  setor do site da RNP que lista um grande arquivo de  todas as fraudes digitais já denunciadas, descobertas e noticiadas com descrição, imagens e todas as informações sobre a fraude que sejam necessárias para que as pessoas as evitem e se defendam desse crescente risco cibernético.
O Sistema chama-se “CAIS” – Centro de Atendimento a acidentes de Segurança que, além de manter o site sempre atualizado ainda edita periodicamente um newsletter com a lista das fraudes mais perigosas e de maior escala.
Também é um excelente manancial e fonte de informações para os profissionais da Justiça pois, além de material de consulta, também noticiam casos onde cada fraude foi utilizada, podendo assim ser utilizada como subsídio informativo na busca de  jurisprudências e informações técnicas processuais.
Além do detalhamento de cada tipo de fraude, o site ainda conta com uma ferramenta de busca por palavras-chave que ajudam a achar o assunto desejado em poucos segundos.
Além de tudo isso, o Catálogo de Fraudes ainda tem uma opção de denúncia e reporte de fraudes que pode ser feita até de forma anônima para as pessoas expostas ou vitimadas possam alertar outros internautas e as autoridades competentes.
Para denunciar, é só enviar um e-mail aos endereços abaixo ou pelo próprio site: http://www.rnp.br/cais/fraudes.php

Conheça mais sobre o Catálogo de Fraudes da RNP, clicando aqui e surpreenda-se com a criatividade de que uma mente criminosa é capaz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palavra de Especialista com Delegado Higor Jorge

Hoje, às 19:00, no programa de estreia "Palavra de Especialista", o diretor da ADPESP Rodrigo Lacordia recebe o delegado de Polícia, professor e palestrante Dr. Higor Vinícius Nogueira Jorge para um bate-papo sobre crimes cibernéticos, além de dicas e informações sobre direito e tecnologia. Assistam a entrevista em: https://youtu.be/p9FF98siWvg e também no Spotify.

Obra com comentários sobre mais de 70 leis criminais tem valor promocional para associados ADPESP - Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo

  A editora Juspodivm lançou a obra “Legislação Criminal Especial Comentada” elaborada por 24 delegados de polícia de todo o país, sendo 14 do estado de São Paulo. A coordenação é dos delegados Higor Vinicius Nogueira Jorge, de São Paulo, Joaquim Leitão Júnior, de Mato Grosso e William Garcez, do Rio Grande do Sul. O livro oferece comentários doutrinários e jurisprudenciais de forma objetiva, sobre mais de 70 leis criminais. Associados ADPESP podem comprar o lançamento com valor especial,  direto no site da editora Juspodivm. O cupom é válido até as 23:59 do dia 21 de maio . Para aproveitar o desconto, utilize o cupom ADPESP. A obra tem chamado a atenção do meio jurídico, sendo escrita pelos seguintes delegados e delegadas de polícia: – Antônio Flávio Rocha Freire – Bruno Fontenele Cabral – Everson Aparecido Contelli – Gabriela Madrid Aquino – Higor Vinicius Nogueira Jorge – Jakelline Costa Barros dos Santos – Joaquim Leitão Júnior – João Paulo Firpo Fontes – Joerberth Pinto Nunes – Kl

Publicado o livro “Direito Penal sob a perspectiva da investigação criminal tecnológica”

POR QUE COMPRAR O LIVRO: DIREITO PENAL SOB A PERSPECTIVA DA INVESTIGAÇÃO CRIMINAL TECNOLÓGICA? O mundo fenomênico sofre, constantemente, influência da tecnologia em sua evolução e no seu aperfeiçoamento. Logo, esse fenômeno repercute, também, no âmbito criminal, visto que os delitos atuais contam com um componente que evolui a cada minuto, qual seja, o tecnológico (informático, inclusive). Assim, os conceitos de vestígio e o de corpo de delito ampliaram-se. Tal fato exige dos investigadores preparação e atualização constantes, visto que o criminoso, no atual estágio, pode voltar ao local do crime até mesmo virtualmente para prejudicar a obtenção de sinais que, em geral, não são mais observáveis de plano ou percebidos materialmente, no sentido tradicional. Trata-se de um desafio e a forma de enfrentá-lo tem na capacitação o suporte necessário. Para tanto, a presente obra, coordenada pelo jovem e competente Delegado de Polícia Higor Vinicius Nogueira Jorge, viabiliza a obte