Pular para o conteúdo principal

Criminosos se passam por funcionários de bancos e entram em contato solicitando informações - delegado Higor Jorge


Se alguém entra em contato com você e informa ser funcionário do banco onde você tenha uma conta, não passe suas informações, mesmo que a pessoa demonstre saber seus dados bancários, RG, CPF etc. Cuidado porque pode ser um criminoso tentando obter suas informações. Não passe qualquer informação pessoal relevante pelo telefone, por e-mail, pelo WhatsApp ou em redes sociais. Muitas vezes criminosos mandam e-mails como se fossem pertencentes a instituições bancárias. Tudo isso é falso, tudo isso é mentira. O criminoso quer obter informações ou convencer a vítima que o cartão de crédito/débito foi clonado e que é necessário cortar o cartão de crédito/débito com uma tesoura e entregar para o moto-taxista que irá buscar o cartão na sua residência. Tome muito cuidado porque você pode estar diante de uma fraude. Muito cuidado quando você recebe um código no seu celular e alguém pede que você informe o código. De acordo com o delegado Higor Vinicius Nogueira Jorge, "muitas vezes os criminosos afirmam que o código precisa ser informado para sua conta não ser bloqueada, para você poder vender ou adquirir um produto, para você ter alguma vantagem, sempre os criminosos inventam as mais variadas histórias para convencer as vítimas". Mais informações sobre investigação criminal tecnológica acesse: www.higorjorge.com.br.⠀

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palavra de Especialista com Delegado Higor Jorge

Hoje, às 19:00, no programa de estreia "Palavra de Especialista", o diretor da ADPESP Rodrigo Lacordia recebe o delegado de Polícia, professor e palestrante Dr. Higor Vinícius Nogueira Jorge para um bate-papo sobre crimes cibernéticos, além de dicas e informações sobre direito e tecnologia. Assistam a entrevista em: https://youtu.be/p9FF98siWvg e também no Spotify.

Obra com comentários sobre mais de 70 leis criminais tem valor promocional para associados ADPESP - Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo

  A editora Juspodivm lançou a obra “Legislação Criminal Especial Comentada” elaborada por 24 delegados de polícia de todo o país, sendo 14 do estado de São Paulo. A coordenação é dos delegados Higor Vinicius Nogueira Jorge, de São Paulo, Joaquim Leitão Júnior, de Mato Grosso e William Garcez, do Rio Grande do Sul. O livro oferece comentários doutrinários e jurisprudenciais de forma objetiva, sobre mais de 70 leis criminais. Associados ADPESP podem comprar o lançamento com valor especial,  direto no site da editora Juspodivm. O cupom é válido até as 23:59 do dia 21 de maio . Para aproveitar o desconto, utilize o cupom ADPESP. A obra tem chamado a atenção do meio jurídico, sendo escrita pelos seguintes delegados e delegadas de polícia: – Antônio Flávio Rocha Freire – Bruno Fontenele Cabral – Everson Aparecido Contelli – Gabriela Madrid Aquino – Higor Vinicius Nogueira Jorge – Jakelline Costa Barros dos Santos – Joaquim Leitão Júnior – João Paulo Firpo Fontes – Joerberth Pinto Nunes – Kl

LEGISLAÇÃO CRIMINAL ESPECIAL COMENTADA | CARREIRAS POLICIAIS (2021)